Por que algumas orações parecem não ter respostas

Há uma série de fatores a serem considerados quando buscamos entender o porquê de não encontrarmos as respostas de nossos questionamentos.  Nossa vibração, merecimento, o tempo de Deus, nossas reais necessidades, programas de vida, entre outras coisas, tudo é necessário levar em conta para entender essa questão. No entanto, de antemão, é possível afirmar, com segurança, que não existe oração sem resposta. Vamos tentar entender.

 

Primeiramente, no momento em que a oração é feita, ela já surtiu efeito. Eleva nossa vibração, purifica nossa aura, produz ânimo e coragem. O ato de orar  transforma, continuamente, nossa vida. Nós mesmos já a respondemos, em um primeiro momento. Nenhuma prece se perde, todas possuem seu benefício. Entretanto, para usufruir plenamente os seus efeitos, é necessário estar receptivo às suas vibrações benéficas.

Algumas vezes, tudo que carecemos para obter o que almejamos é um pouco mais de ânimo, coragem, esperança. Ou algumas palavras sopradas no ouvido da mente. Uma direção, um caminho apontado. A resposta já está presente, no entanto, não da maneira como esperávamos. O objetivo da espiritualidade não é tornar a vida fácil, e sim, nós mais preparados para enfrentar as dificuldades de cada dia. É necessário nosso empenho e dedicação em relação ao que  buscamos.

Nem tudo que pedimos em nossas preces é bom para nós. Somente a espiritualidade possui o conhecimento pleno da nossa caminhada. As dificuldades e as dores vêm por determinadas razões e muitas vezes é necessário passar por elas para o nosso aprendizado. Portanto, confiemos em Deus porque ele sabe o que realmente precisamos. Disse nosso Mestre que o Pai, vendo o filho pedindo pão, não lhe dá pedra. Da mesma forma, se o filho clama por veneno, o Pai não lhe concederá veneno.

Nesse sentido, muitas vezes nossas vontades não serão satisfeitas. Estamos encarnados neste planeta por um bom motivo e as durezas da vida fazem parte dessa razão. Integram os remédios espirituais para nossas mazelas morais. E há, também, o nosso livre arbítrio, que é inviolável.  Do que adianta orarmos por saúde quando no cotidiano promovemos a doença em nosso corpo? A paz quando somos incapazes de perdoar as fraquezas alheias? A sabedoria quando não colocamos em prática aquilo que já aprendemos.

É necessário tempo para que as respostas do divino se manifestem. E algumas vezes ele é dada de forma muito sutil. Em outras ocasiões, precisamos passar por um longo processo de transformação interna antes que estejamos prontos para receber as bênçãos.  O merecimento é muito importante. As más ações acumulam uma série de lições a serem aprendidas por nós antes que possamos alcançar nossas graças.

A oração não deve ser realizada de forma automática, repetida, mecânica. E sim com sentimento, atenção, postura e fé. O pensamento deve estar sob controle, direcionado a Deus. Além disso,  deve-se assegurar um bom estado vibratório, uma vez que as vibrações negativas atrapalham a comunicação com a Alta Espiritualidade. Apesar de que, caso você se encontre nesta situação de desequilíbrio, a prece é uma excelente ferramenta para iniciar sua limpeza espiritual.

Oremos com alegria, com empolgação e sinceridade. Sem esperar resultado imediato. Orando e buscando, apesar das turbulências de cada dia.  Um dia de cada vez, vamos deixar a resposta se manifestar em sua naturalidade e seremos surpreendidos. O milagre é a nossa própria transformação.  E em meio a ferro e luz, nossa consciência, em um estágio mais elevado, será forjada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s